Morreu o jornalista Fernando Pires, ex-presidente da Casa da Imprensa

[24 de Maio de 2015]

O jornalista Fernando Pires, ex-presidente do Conselho de Administração da Casa da Imprensa, morreu neste domingo, 24 de maio, no Hospital de S. José, em Lisboa, onde se encontrava internado.
Natural de Santarém, onde nasceu em 1931, Fernando Pires esteve ligado ao jornalismo desde a adolescência, quando colaborou com o “Correio do Ribatejo” e “Mundo Desportivo”.
Trabalhou no “Diário de Notícias” durante 47 anos, dos quais 23 na chefia de redação. Foi diretor interino do jornal e seu secretário-geral, cargo que desempenhava em 2004 quando se reformou por motivo de doença.
Colaborou também com o Rádio Clube Português, Rádio Renascença, Emissora Nacional e RTP.
Fernando Pires presidiu ao Conselho de Administração da Casa da Imprensa em três mandatos sucessivos, entre 1994 e 2003, e foi na associação mutualista dos jornalistas que nos últimos anos lançou os seus dois livros de memórias: “Os meus 50 anos de Diário de Notícias” (2012) e “O nosso DN – Memória do Tempo”.


Eleitos os novos órgãos sociais da Casa da Imprensa

[20 de Maio de 2015]

A única lista concorrente às eleições para os órgãos sociais da Casa da Imprensa, realizadas dia 19 de maio, recolheu 270 votos favoráveis, a maior votação alcançada por uma lista candidata em eleições realizadas na associação mutualista dos jornalistas.
No ato eleitoral participaram 284 associados, tendo sido escrutinados 10 votos em branco e anulados quatro, tanto para Conselho Geral como para os restantes órgãos sociais (Mesa da Assembleia Geral, Conselho de Administração e Conselho Fiscal).
Nos cadernos eleitorais, fechados a 9 de abril, data da convocatória da assembleia, estavam inscritos 1572 eleitores, correspondentes aos associados maiores de 18 anos, com mais de um ano de inscrição, com as quotas em dia e no pleno gozo dos direitos associativos. Na mesma data, a Casa da Imprensa tinha 1941 associados inscritos.
A lista eleita, que concorreu com o lema “Honrar o Passado, Olhar o Futuro”, foi proposta pelo Conselho de Administração cessante e integra a quase totalidade dos dirigentes atualmente em funções. Os jornalistas Goulart Machado e José Luiz Fernandes mantêm-se como presidentes do Conselho de Administração e da Mesa da Assembleia Geral, respetivamente, passando o Conselho Fiscal a ser presidido pela jornalista Lurdes Ferreira, até agora vice-presidente da Administração.
O novo mandato, de três anos, inicia-se com a tomada de posse a realizar no prazo de dez dias.