Arquivo de Informação Útil


Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 4 de Maio de 2018

As eleições para os órgãos sociais da Casa da Imprensa são regulamentadas nos termos do Artigo 66º dos Estatutos, que se transcreve a seguir:
Artigo 66º
Processo eleitoral
1. Os órgãos associativos são eleitos pelos associados por escrutínio direto e em assembleia geral eleitoral, nos termos do presente artigo.
2. A assembleia geral eleitoral é convocada pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral com quarenta dias de antecedência, mediante anúncio publicado na página da CASA DA IMPRENSA na internet e aviso enviado aos associados por meio idóneo, nomeadamente por correio eletrónico para o endereço indicado pelo associado ou, na falta deste, por via postal.
3. Simultaneamente com a convocatória, o presidente da Mesa da Assembleia Geral manda afixar na sede e delegações da associação os cadernos eleitorais elaborados pelos serviços.
4. Nos cinco dias subsequentes à convocatória qualquer associado pode apresentar reclamação dos cadernos eleitorais, a qual será apreciada pelo presidente da Mesa da Assembleia geral no prazo de três dias úteis.
5. Findo o prazo previsto no número anterior, o presidente da Mesa da Assembleia Geral rubrica os cadernos eleitorais e procede à sua afixação, ficando os mesmos patentes aos associados até ao final do processo eleitoral.
6. As candidaturas são apresentadas até vinte dias antes da data da assembleia geral eleitoral, através de listas conjuntas para a Mesa da Assembleia Geral, Conselho de Administração e Conselho Fiscal.
7. A candidatura ao Conselho Geral é feita em lista separada e não obriga à apresentação de lista aos restantes órgãos associativos.
8. As listas são apresentadas através de carta entregue contra recibo nos serviços da associação e dirigida ao presidente da Mesa da Assembleia Geral, subscritas por um mínimo de trinta associados admitidos há mais de um ano e que estejam no pleno gozo dos direitos associativos.
9. O Conselho de Administração deve, obrigatoriamente, apresentar listas para todos os órgãos associativos.
10. A composição das listas deve respeitar o disposto no número 2 do Artigo 65º e incluir candidatos a todos os cargos de cada um dos órgãos, mais quatro suplentes para o Conselho de Administração e três suplentes para cada um dos restantes órgãos associativos, Mesa da Assembleia Geral, Conselho Fiscal e Conselho Geral.
11. Das listas devem constar a identificação completa de cada candidato, o seu número e categoria de associado e a indicação do cargo e do órgão para que é proposto.
12. A conformidade estatutária das listas é verificada por uma comissão constituída pelos membros da Mesa da Assembleia Geral e um representante designado por cada candidatura e a sua aceitação compete ao presidente da Mesa da Assembleia Geral.
13. No prazo máximo de três dias úteis após a data limite para apresentação de candidaturas, o presidente da Mesa da Assembleia Geral divulgará as listas de candidatos pelos meios previstos no número 2 do presente artigo, identificando cada uma por uma letra e, caso tal seja apresentado pela candidatura, por um lema.
14. A votação na assembleia geral eleitoral é feita por voto secreto depositado em urna, entregando os votantes presenciais os boletins devidamente dobrados ao presidente da Mesa da Assembleia Geral ou ao seu delegado.
15. Cada associado efetivo ou participante tem direito a um voto, sendo a identificação dos eleitores efetuada por qualquer documento idóneo e devendo o eleitor rubricar e inscrever o seu nome na folha de presenças.
16. É permitido o voto por correspondência, nas seguintes condições:
a) o boletim de voto deve estar dobrado em quatro, com os nomes voltados para dentro, e contido em sobrescrito fechado;
b) do rosto do sobrescrito deve constar o nome, o número e a assinatura do associado;
c) o referido sobrescrito deve ser introduzido noutro, endereçado ao presidente da Mesa da Assembleia Geral;
d) depois de conferida a assinatura pelo espécime existente na CASA DA IMPRENSA, o eleitor deve ser registado na folha de presenças e o seu voto introduzido na urna.
17. São nulos e não serão contados os boletins de voto em branco, os que contenham qualquer inscrição que não o sinal X no espaço reservado para a indicação da opção do votante ou os que cheguem após o fecho da urna.
18. O apuramento dos resultados da votação é feito imediatamente a seguir ao fecho da urna e os resultados proclamados pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral, que assinará a respetiva ata juntamente com os restantes membros da Mesa e pelos representantes das candidaturas.
19. Para a Mesa da Assembleia Geral, Conselho de Administração e Conselho Fiscal, será considerada eleita a lista que obtenha maior número de votos válidos, observando-se o disposto no número 2 do Artigo 65º, mas para o Conselho Geral a conversão dos votos em mandatos far-se-á pelo método de Hondt.
20. No caso de se ter candidatado apenas uma lista aos órgãos associativos, o número de votos válidos deve ser superior ao número de votos nulos, sem o que terá de haver novas eleições no prazo de sessenta dias.
21. O Conselho de Administração é responsável pela participação dos serviços no apoio ao processo eleitoral e por assegurar a divulgação das convocatórias e avisos do presidente da Mesa da Assembleia Geral.
22. O Conselho de Administração é também responsável pela divulgação das listas de candidatos e respetivos programas, de acordo com regras e orçamento aprovados até vinte dias antes da assembleia eleitoral.



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 4 de Maio de 2018

Nos termos estatutários, terminou no dia 2 de maio o prazo para a apresentação de candidaturas às eleições para os órgãos sociais da Casa da Imprensa, que se realizam no dia 22 de maio próximo. Apresentaram-se duas listas, uma concorrendo apenas ao Conselho Geral e a outra candidatando-se a todos os órgãos associativos.
A lista sorteada como Lista A tem o lema “Diálogo e Participação” e concorre só ao Conselho Geral, sendo proposta por um grupo de 39 associados.
A lista sorteada como Lista B tem o lema “Manter o Rumo, Ganhar o Futuro” e concorre a todos os órgãos sociais, sendo proposta pelo Conselho de Administração cessante.
É a seguinte a composição das listas candidatas, seus proponentes e respetivos programas eleitoriais.

LISTA A – “DIÁLOGO E PARTICIPAÇÃO”.
CANDIDATOS – Efetivos: José Luiz Fernandes, Noélia Oliveira, Jaime Marques de Almeida, Lucinda Moraes, José Carlos Fialho, Otília Leitão, José Leite Pereira, Joaquim Letria, Armando Pereira da Silva, Martins Morim, António Melo, Luísa Ribeiro. Suplentes: Maria Ramos, Orlando César, José António Domingues.
PROPONENTES – Mário Alberto Alves de Cardoso, Artur da Conceição Margalho, Natal Vaz, Adriano Marques de Oliveira, Edite dos Santos Pires Guerreiro, Anabela Gonçalves Fino, Margarida Maria Lopes Machado, João Luís Chasqueira Gomes, Carlos Manuel Pereira Veríssimo, Eduardo Lobão, Armando Fernandes Pires, Maria Carmo G. Gonçalves, Paula Maria Silva Sanchez, Maria Gabriela L. C. B. Chagas, Magda Rebelo da Cunha Viana, Paula Cristina Pinheiro Ferreira, Maria José Rodrigues Garrido, Eduardo Oliveira e Silva, Jorge Oliveira Gonçalves, Nuno Miguel Maia, Ausenda Bastos, Nuno Ivo S. G. de Magalhães, Mário Luís M. de Carvalho, Daniela Leitão de Carvalho, Ana Glória Lucas, Anabela Prista Pereira de Almeida, Sérgio Vicente Pereira da Silva, Maria Filomena C. V. M. de Oliveira, António Manuel dos Santos, Alexandra Ribeiro Fernandes, Rita Oliveira Dias, Humberto Manuel F. G. Costa, Hernâni M. dos Santos Cavalheiro, Ricardo C. Ribeiro Gonçalves, Frederico M. L. M. de Carvalho, Mário Morais M. Monteiro, João Pinheiro de Almeida, Eva Elisa Ribeiro Gonçalves, Zurbach Varela.
MANIFESTO ELEITORAL:
O Conselho de Administração da Casa da Imprensa tem o dever estatutário de apresentar uma candidatura às eleições marcadas para 22 de maio próximo.
Contudo, não fez qualquer contacto com um vasto conjunto de associados sucessivamente eleitos para os órgãos sociais da Casa da Imprensa, desde o ato eleitoral de 2009. Pessoas que desde essa data se têm empenhado no processo de revitalização da Casa da Imprensa.
Essas pessoas manifestaram durante os dois últimos mandatos, num quadro saudável de diálogo livre e democrático, algumas divergências com o pendor tecnocrático que a gestão do Conselho de Administração foi progressivamente impondo na Casa da Imprensa, de modo mais acentuado e evidente no triénio 2015-2017.
Pensamos que tais diferenças não são motivo suficiente para o Conselho de Administração excluir esses associados de um possível consenso em torno de uma lista e de um programa que tivessem o futuro da Casa da Imprensa como finalidade.
E porque pretendemos, legitimamente, participar e contribuir com o nosso conhecimento e dedicação à Casa da Imprensa para a construção desse futuro, decidimos apresentar uma lista candidata ao Conselho Geral.
O nosso objetivo é, como tem sido, colocar as pessoas em primeiro lugar. Os bons resultados financeiros da Casa da Imprensa devem ser um meio, para benefício dos associados. Não um fim em si mesmo.
Sem outros compromissos que não sejam a primazia dos benefícios dos associados, concorremos ao Conselho Geral – órgão de constituição pelo método de Hondt – para estimular a reflexão sobre os desafios que o futuro não deixará de colocar à Casa da Imprensa.

LISTA B – “MANTER O RUMO, GANHAR O FUTURO”.
CANDIDATOS:
Mesa da Assembleia Geral: Presidente, Eugénio Alves; 1º Secretário, Eunice Lourenço; 2º Secretário, Manuel Carlos Freire. Suplentes: Helder Robalo, Cláudia Monteiro, Francisca Leal.
Conselho de Administração: Presidente, Goulart Machado; Vice-presidente, Paulo Silva; vogais, Carlos Lobato, José Fragoso, Luísa Melo. Suplentes: Elsa Alves, Ana Paula Ferreira, Margarida Gomes, Luísa Ferreira.
Conselho Fiscal – Presidente, Helena Garrido, Relatora, Luísa Bessa, Secretário, Sérgio Aníbal. Suplentes: Hélder Martins, Sónia Santos Pereira, Luís Reis Pinto.
Conselho Geral – Efetivos: José António Santos, Lurdes Ferreira, António Borga, Ribeiro Cardoso, Nuno Ribeiro, Cesário Borga, Manuel Carvalho, José Mário Costa, Rui Peres Jorge, Waldemar Abreu, Inês Rapazote, José Nicolau de Melo. Suplentes: Sandro Arruda, António Marujo, Ana Oliveira Sousa Dias.
PROPONENTES – Conselho de Administração cessante.
PROGRAMA ELEITORAL:
A Lista “Manter o Rumo, Ganhar o Futuro”, proposta pelo Conselho de Administração cessante, candidata-se às eleições de 22 de maio de 2018 para prosseguir e desenvolver o trabalho realizado nos anteriores mandatos. A lista alia a experiência com a renovação e o rejuvenescimento.
Os associados candidatos comprometem-se a desenvolver o seguinte programa eleitoral:
Vida Associativa:
- Dinamizar o debate permanente com os associados sobre o futuro da Casa da Imprensa e a sua natureza mutualista.
- Intensificar a comunicação com os associados para facilitar o acesso aos benefícios das modalidades mutualistas.
- Valorizar o papel do Conselho Geral enquanto órgão vocacionado para a reflexão estratégica sobre o futuro da Casa da Imprensa.
Saúde:
- Garantir a todos os associados o acesso a todos os tipos de cuidados de saúde, em regime ambulatório ou em internamento hospitalar, sem prejuízo da opção individual por garantias complementares adequadas ao perfil de cada um e à sua perceção de risco.
- Apostar numa crescente contratualização de serviços que garanta maior transparência e previsibilidade nas condições de acesso aos benefícios que atualmente são assegurados por protocolos ou em regime de descontos.
- Desenvolver os Serviços de Saúde para os associados da Delegação do Porto, com vista a nivelar a oferta com a da sede.
Segurança Social complementar:
- Debater com o Conselho Geral o projeto de criação de uma nova modalidade mutualista de poupança para a reforma e submetê-lo à decisão dos Associados logo que estejam clarificadas as condições legais para tal com a anunciada revisão do Código das Associações Mutualistas,
Ação Social:
- Intensificar a proatividade e a proximidade dos Serviços Sociais.
- Prosseguir o trabalho já iniciado e desenvolver novas respostas que contribuam para a reinserção no mercado de trabalho;
- Apresentar os resultados dos estudos realizados sobre a viabilidade da Casa do Jornalista e o apoio à Terceira Idade e à parentalidade.
Cultura:
- Apostar em parcerias, preferencialmente com outras organizações do setor, que indo além da dimensão comemorativa e ritualista, tenham em conta a realidade do movimento associativo e garantam a qualidade das iniciativas e o seu usufruto pelos Associados, bem como a notoriedade da Casa da Imprensa.
Rigor:
- Manter o rigor na prestação de contas, acautelando a segurança e a rendibilidade dos ativos da Casa da Imprensa.
- Apostar na qualificação dos recursos humanos, na adoção de patrões profissionais de gestão e funcionamento e na melhoria da qualidade dos serviços prestados aos associados.



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 19 de Abril de 2018

Os associados da Casa da Imprensa vão eleger a 22 de maio os órgãos sociais para o triénio 2018-2020. Nos termos da convocatória, com data de 12 de abril, na Sede e na Delegação do Porto estão já patentes para consulta os cadernos eleitorais e o prazo para a apresentação de listas decorre até 2 de maio.
De acordo com os estatutos, podem votar e ser eleitos os associados efetivos ou participantes maiores de 18 anos, com pelo menos um ano de inscrição e que estejam no pleno gozos dos seus direitos associativos
A apresentação de candidaturas deve ser feita através de listas conjuntas para a Mesa da Assembleia Geral, Conselho de Administração e Conselho Fiscal. A candidatura ao Conselho Geral é feita em lista separada e não obriga à apresentação de lista para os restantes órgãos associativos.



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 10 de Setembro de 2017

Nos termos previstos nos Estatutos e no Regulamento de Benefícios, está aberto o período de apresentação de candidaturas para bolsas de estudo a atribuir este ano pela Casa da Imprensa. O prazo termina a 30 de setembro, devendo o pagamento das bolsas ser feito até 15 de outubro.
Podem candidatar-se os associados que tenham pelo menos três filhos menores de 18 anos a estudar no ensino básico, secundário ou superior e façam prova das respetivas matrículas. É necessário também que contem pelo menos dois anos de inscrição na Casa da Imprensa e tenham as quotas em dia. Caso o poder paternal seja detido por dois associados, o requerimento deve ser subscrito por ambos, sendo a bolsa paga ao primeiro requerente.
De acordo com o orçamento para 2017, aprovado em Assembleia Geral sob proposta do Conselho de Administração, o valor da bolsa de estudo é de 750 euros, pago numa prestação única.
Os requerimentos devem ser apresentados ao Conselho de Administração, através dos Serviços Gerais, e entregue presencialmente (na Sede ou na Delegação do Porto), por carta (enviada para Rua da Horta Seca, 20 – 1200-221 Lisboa) ou por correio eletrónico (para geral@casadaimprensa.pt).



Arquivado em Informação Útil no dia 10 de Setembro de 2017

Nos termos previstos nos Estatutos e no Regulamento de Benefícios, está aberto o período de apresentação de candidaturas para bolsas de estudo a atribuir este ano pela Casa da Imprensa. O prazo termina a 30 de setembro, devendo o pagamento das bolsas ser feito até 15 de outubro.
Podem candidatar-se os associados que tenham pelo menos três filhos menores de 18 anos a estudar no ensino básico, secundário ou superior.
De acordo com o orçamento para 2017, aprovado em Assembleia Geral sob proposta do Conselho de Administração, o valor da bolsa de estudo é de 750 euros, pago numa prestação única.
Os requerimentos devem ser apresentados ao Conselho de Administração, através dos Serviços Gerais, e entregue presencialmente (na Sede ou na Delegação do Porto), por carta (enviada para Rua da Horta Seca, 20 – 1200-221 Lisboa) ou por correio eletrónico (para geral@casadaimprensa.pt).

» Ver mais



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 9 de Maio de 2017

Devido ao encerramento de muitos serviços públicos, todos os serviços da Casa da Imprensa – incluindo os postos clínicos de Lisboa e do Porto – estarão também encerrados na próxima sexta-feira, dia 12, durante todo o dia.



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 2 de Maio de 2017

Por ocasião do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, que se assinala esta quarta-feira, 3 de maio, o Sindicato dos Jornalistas, a Associação Portuguesa de Imprensa e a Casa da Imprensa organizam um debate para refletir sobre a atual moldura penal das agressões contra jornalistas.
Na sequência dos recentes casos de agressões contra repórteres em exercício de funções e da iniciativa do Conselho de Redação da RTP de entregar na Assembleia da República uma proposta que defende o agravamento da pena a aplicar a esses crimes, as três organizações consideram fundamental ouvir especialistas jurídicos e jornalistas sobre o tema.
O debate vai realizar-se na Casa da Imprensa (Rua da Horta Seca, 20, Lisboa), às 18:00 horas do dia 3 de maio, e contará com a participação de Tiago Rodrigues Bastos, advogado, do Gabinete Jurídico do SJ, Carlos Barbosa da Cruz, advogado e administrador da Cofina, João Porfírio, fotojornalista dos jornais “Sol” e “i”, e Carla Castelo, membro do Conselho de Redação da SIC.



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 20 de Abril de 2017

Sem qualquer encargo para si, nas próximas semanas, ao entregar a declaração de rendimentos para o IRS, pode dar um grande apoio à Casa da Imprensa. Com a consignação fiscal não paga mais imposto nem recebe menos no reembolso, mas pode fazer com que 0,5% do que paga ao Estado seja entregue à sua associação mutualista. Qualquer que seja o modo de entrega da declaração de rendimentos – pela internet ou em papel – os procedimentos são simples.

Ver mais



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 24 de Fevereiro de 2017

Devido à habitual tolerância de ponto no dia de Carnaval, todos os serviços da Casa da Imprensa, incluindo os postos clínicos de Lisboa e do Porto, estarão encerrados na terça-feira, 28 de fevereiro.



Arquivado em Informação Útil, Notícias no dia 17 de Fevereiro de 2017

São 13 as especialidades atualmente disponíveis no posto clínico da Casa da Imprensa, em Lisboa: Medicina Geral e Familiar, com consultas todos os dias, em horários diferenciados, e, com frequência semanal, Cirurgia Geral, Dermatologia, Ginecologia/Obstetrícia, Oftalmologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Nutricionismo, Pediatria, Psicologia, Psiquiatria, Medicina Interna e Urologia.
» Especialidades e horários